Pix terá funções que deixarão sistema mais atraente para o comércio


Fonte: Diário do Comércio
Categoria: Finanças
29/06/2021

Imagem

Por Mariana Missiaggia 29 de Junho de 2021 às 12:00

Muito utilizado entre pessoas físicas, o uso do Pix, ferramenta de transferências e pagamentos instantâneos desenvolvida pelo Banco Central (BC), vem crescendo também entre as varejistas, especialmente no e-commerce.

Quase um terço dos negócios virtuais (32,2%) já oferece essa opção aos clientes, de acordo com um levantamento da GMattos, consultoria de e-commerce e meios de pagamento.

Com pouco mais de seis meses de funcionamento, a nova ferramenta já conta com 6 milhões de empresas cadastradas, de acordo com o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello.

Em uma coletiva recente sobre o assunto, o diretor do BC disse acreditar que a oferta de novas funcionalidades deve fomentar novas adesões ao formato. Ele citou que, enquanto grandes redes do varejo adequaram seus sistemas para operar com o meio de pagamentos instantâneo e já usufruem dele, pequenos e médios negócios ainda estudam como implementar a melhoria.

Ainda durante a apresentação, Pinho de Mello divulgou que essas novidades serão incorporadas gradualmente, a partir do terceiro trimestre deste ano, quando prestadores de serviços e o comércio varejista terão acesso, por exemplo, ao Pix saque e Pix troco, que permitirão a retirada de dinheiro em estabelecimentos comerciais.

Recentemente, o Pix Cobrança passou a permitir a geração de faturas com data de vencimento para pagamentos por meio de um QR Code que possibilita o cálculo automático de multas, juros ou até desconto por pagamento antecipado.

O que mais deve entrar no ar até 2022:

- Pix offline: será possível fazer pagamentos mesmo sem acesso à internet, seja pelo usuário, seja pelo estabelecimento comercial.

- Pix garantido: parcelamento de compras assegurado pelos bancos que oferecerem essa opção a seus clientes.

- Pix devolução: será possível retroceder em operações irregulares, como fraudes.

- Pix internacional: permitirá pagamentos ou remessas para outros países.

Clique aqui e leia o artigo completo!

Imagem: Pixabay


Voltar

CONHEÇA TAMBÉM OUTRAS SOLUÇÕES

Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço