Medo de fraudes afasta consumidores do e-commerce


Por: Diário do Comércio
Categoria: Tecnologia
28/02/2018

Homem encarando o computador

Por Karina Lignelli 11 de Fevereiro de 2020 às 07:00

Com 36% da população comprando on-line, o Brasil se tornou o país com maior faturamento no e-commerce da América Latina, segundo dados do 40º Relatório Webshoppers, elaborado pela Ebit|Nielsen.

Um total de 81,4% dos consumidores tem o hábito de comprar no varejo virtual, e apenas 18,6% afirmaram que não costumam fazer esse tipo de compra. O que chama a atenção, porém, é que 46,3% dos que não consomem evitam fazê-lo por medo de fraudes. Outros 25,5% dos entrevistados se afastam desse tipo de compra por não confiarem nos sites. 

Esses foram alguns insights da pesquisa "Perfil de compra em 2019" elaborada pela Social Miner, empresa especializada em dados e varejo on-line, em parceria com a Opinion Box, de soluções digitais de pesquisa de mercado, realizada entre os dias 22 e 27 de janeiro de 2020 com 1.012 consumidores brasileiros de diversas faixas etárias e de todas as regiões do país. 

Seja pela preocupação em ter o cartão de crédito clonado, ou pelo receio de pagar por uma mercadoria que pode não chegar nunca, a verdade é que a grande maioria desses consumidores receosos não é formada por nativos digitais - ou seja, os altamente familiarizados com tecnologia -, mas por consumidores acima de 50 anos (35,63%). 

Do público mais maduro, 28,72% não só têm medo de fraude como se mantêm longe das lojas virtuais. O que não significa que o comportamento desses consumidores represente uma regra, mas sim uma tendência. Segundo Ricardo Rodrigues, confundador e CEO da Social Miner, ao olhar esses comportamentos, o que se entende é que cada pessoa tem necessidades e desejos muito particulares e, portanto, vão apresentar diferentes demandas aos sites.

Algumas pessoas precisarão de mais garantias de segurança, outras confiarão nas recomendações de amigos e familiares, outras pesquisarão em páginas de reputação, e assim por diante, explica. Por isso, é tão importante que as marcas contem com tecnologias que ajudem a mapear esses diferentes comportamentos para entender o perfil de cada consumidor. 

Clique aqui e leia o artigo completo!

Fonte: Diário do Comércio

Imagem: Syda Productions em DepositPhotos


Voltar

CONHEÇA TAMBÉM OUTRAS SOLUÇÕES

Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço