Empresas fontes têm papel fundamental na consolidação das informações que compõem Cadastro Positivo


Fonte: Boa Vista SCPC
Categoria: Cadastro positivo
22/12/2020

Desde que o Cadastro Positivo passou a receber automaticamente, há pouco mais de um ano, informações de pagamento e dados cadastrais dos consumidores (pessoa física e pessoa jurídica), o Brasil aponta para uma nova perspectiva de desenvolvimento econômico. No entanto, para que possa beneficiar um número maior de consumidores, é preciso que mais empresas fontes compartilhem informações de pagamento dos seus clientes, com os Gestores de Banco de Dados (GBD).

A Boa Vista, autorizada pelo Banco Central a operar como GBD do Cadastro Positivo, informa que mesmo com as instituições financeiras e algumas empresas do varejo já enviando as informações de seus clientes, há ainda milhares de outras empresas fontes, de diferentes portes e segmentos, que precisam iniciar o compartilhamento. São informações de pagamento, em dia, em atraso ou com ausência, que estarão englobadas no Cadastro Positivo para beneficiar e incluir o maior número de brasileiros no mercado de crédito.

Como explica Ronaldo Sachetto, diretor executivo de Dados da Boa Vista, para que as empresas fontes compartilhem essas informações, elas precisam compreender que têm esta responsabilidade e que se enquadram no perfil. De um modo geral, são as que fazem vendas a prazo, realizam financiamentos de qualquer espécie e exercem atividade comercial que envolva risco financeiro, como instituições financeiras, fintechs, startups, indústria, varejo, atacado, e de serviços continuados, como as de telecomunicações e as que fornecem água, energia elétrica e gás.

Clique aqui e leia o artigo completo!

Imagem: Hugo Hercer em Pixabay


Voltar

CONHEÇA TAMBÉM OUTRAS SOLUÇÕES

Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço
Imagem serviço